Biografia
 
PDF

 
 
  • Guido Argentini
  • Guido Argentini
  • Guido Argentini
  • Guido Argentini
  • Guido Argentini
  • Guido Argentini
  • Guido Argentini
  • Guido Argentini
 

 
 
Feminilidade

Guido Argentini nasceu em Florença na Itália em 1966. Vive e trabalha em Los Angeles, nos Estados Unidos, desde 1990. Estudou Medicina por três anos até ceder pela paixão pela fotografia. Desde então publicou não menos do que cinco livros, todos evidenciando diferentes facetas da feminilidade. 

 
   
 

Erotismo

Em 2003, Guido Argentini lança sua primeira publicação SILVEREYE, em que apresenta uma série de fotografias de nús artísticos, reflexo da sua paixão pessoal pela escultura e dança. Em seu segundo livro lançado em 2005, PRIVATE ROOMS, explora outra jornada pessoal, na qual o erotismo e a beleza estarão claramente inseparáveis.

REFLECTIONS, publicado em 2007, inclui uma vasta coleção de fotografias de mulheres e seu reflexo no espelho: uma pesquisa inconsciente sobre a mulher que se analise, se apaixona e se perde em sua própria imagem.

SHADES OF A WOMAN, publicado em 2010 explora os diferentes níveis e nuances da natureza feminina.

 
 
 
 

Argentum

Publicado em 2013, ARGENTUM é sua série mais recente. Argentini evoca os planos polidos e luminosos do trabalho do escultor Brancusi e o vigor dos croquis de Degas e suas bailarinas, essas fotografias atribuem ao corpo humano a solidez da escultura e a energia vívida da dança.

Revestindo corpos atléticos com uma camada de tinta metálica brilhante, a série evidencia a beleza intrínseca e a força de corpos aéreos e graciosos. Performances em cenários geométricos em que o artista faz uma homenagem à deuses de diferentes cultos e religiões, sejam gregos, egípcios e celtas, entre outros. "Atribuo às mulheres o papel de divindades que, infelizmente, os homens se apoderaram nas eras passadas" declara Argentini.

 
   
       
 

 

Argentum   Shades of a Woman  
       
 

 

Private Rooms   QUESTIONS  
 

"constantemente busco novas visões do mundo, da vida e das mulheres. Tudo o que realizei até então foi para os olhos de uma mulher. As mulheres sempre foram a fonte de inspiração do meu trabalho."

 
 

GUIDO ARGENTINI

 
 
GALERIA CHROMA | Fotografia Contemporânea | Todos os direitos reservados