• John Grant
  • John Grant
  • John Grant
  • John Grant
  • John Grant
  • John Grant
 

 
 

Poética do detalhe

Em seu trabalho, o fotógrafo norte-americano John Grant destila e dramatiza elementos naturais, transformando-os em metáfora simbólica. O artista apreende a essência das flores, sua sensualidade e fragilidade; sempre representadas com mistério e poesia.

 
   
 

SIMBOLISMO

Exuberantes na forma e nas cores, as flores tiveram desde sempre uma carga simbólica muito importante. As raízes literárias de todo o seu simbolismo remontam à mitologia grega.

 
   
 

Essência e exuberância

O olhar do fotógrafo captura o essencial de cada espécie. Imagens de grande formato e perfeição nos detalhes. As flores parecem flutuar.

 
   
       
 

 

Flora I
 
Flora II
 
 
GALERIA CHROMA | Fotografia Contemporânea | Todos os direitos Reservados